Compartilhe Compartilhe no FacebookCompartilhe no InstagramCompartilhe no RedditCompartilhe por E-mailCompartilhe postando em seu blogCompartilhe no Whatsapp
Siga-nosSiga-nos FacebookSiga-nos no InstagramSiga-nos no PinterestSiga-nos no SpotifyAssine nosso canal no Youtube
Conheça nossos produtos baixando o catálogo clicando ao lado catálogo trilingue geral da 36linhas

Graphic Novels

Coleção Graphic Films

Esta coleção de graphic novels foi criada para homenagear os grandes filmes clássicos, que hoje estão em domínio público. Muitos desconhecem, ou ouviram falar ou ainda viram em algum momento e marcou. Esta coleção privilegia a narrativa de cada filme, garantindo a maior fidelidade às imagens (cenários e personagens) e aos roteiros originais. A maioria dos títulos escolhidos são de filmes mudos, porém com temas/roteiros/obras que até hoje são referências, ao mesmo tempo, que são refeitos em versões modernas, sem a pureza das originais.

graphic-novel-mulher-na-lua

Mulher na Lua - ato 1

Graphic novel em 3 volumes com mais de 270 páginas. Mulher na Lua é um filme de ficção científica alemão de 1929 dirigido por Fritz Lang. Escrito por Thea von Harbou (sua esposa na época) em colaboração com Lang. O cientista visionário Professor Mannfeldt, escreveu um tratado alegando que provavelmente haveria muito ouro na Lua, pelo qual foi ridicularizado por seus colegas. Seu amigo Helius reconhece o valor do trabalho do professor. No entanto, um empresário inescrupuloso chamado Turner, também têm interesse na teoria do professor. Enquanto isso, o assistente de Helius, Windegger anuncia seu noivado com a assistente de Helius, Friede, por quem ele Helius, secretamente ama. Depois do encontro com o Professor Mannfeldt, Helius é assaltado por capangas da quadrilha. Eles roubam a pesquisa que o Professor Mannfeldt tinha confiado a Helius e também assaltam a casa de Helius, tomando outro material valioso. Turner, em seguida, apresenta a Helius um ultimato: sabem que ele planeja uma viagem a Lua; ou ele inclui ele, ou ele sabotará seu foguete. Explosões... Reviravoltas... Muita ação...
Várias curiosidades envolvem esta obra, uma delas é que se acreditava na época que a Lua possuia atmosfera respirável (de acordo com as teorias do astrônomo dinamarquês Peter Andreas Hansen, mencionado no início do filme). Também foi a primeira vez que se mostrou um foguete com estágios. Foi o último filme mudo dirigido por Fritz Lang e decididamente uma referência para os cineastas que viriam depois.

Escolha a opção abaixo:

ou
graphic-novel-mulher-na-lua

Mulher na Lua - ato 2

Graphic novel em 3 volumes com mais de 270 páginas. Mulher na Lua é um filme de ficção científica alemão de 1929 dirigido por Fritz Lang. Escrito por Thea von Harbou (sua esposa na época) em colaboração com Lang. O cientista visionário Professor Mannfeldt, escreveu um tratado alegando que provavelmente haveria muito ouro na Lua, pelo qual foi ridicularizado por seus colegas. Seu amigo Helius reconhece o valor do trabalho do professor. No entanto, um empresário inescrupuloso chamado Turner, também têm interesse na teoria do professor. Enquanto isso, o assistente de Helius, Windegger anuncia seu noivado com a assistente de Helius, Friede, por quem ele Helius, secretamente ama. Depois do encontro com o Professor Mannfeldt, Helius é assaltado por capangas da quadrilha. Eles roubam a pesquisa que o Professor Mannfeldt tinha confiado a Helius e também assaltam a casa de Helius, tomando outro material valioso. Turner, em seguida, apresenta a Helius um ultimato: sabem que ele planeja uma viagem a Lua; ou ele inclui ele, ou ele sabotará seu foguete. Explosões... Reviravoltas... Muita ação...
Várias curiosidades envolvem esta obra, uma delas é que se acreditava na época que a Lua possuia atmosfera respirável (de acordo com as teorias do astrônomo dinamarquês Peter Andreas Hansen, mencionado no início do filme). Também foi a primeira vez que se mostrou um foguete com estágios. Foi o último filme mudo dirigido por Fritz Lang e decididamente uma referência para os cineastas que viriam depois.

Escolha a opção abaixo:

ou
graphic-novel-mulher-na-lua

Mulher na Lua - ato 3

Graphic novel em 3 volumes com mais de 270 páginas. Mulher na Lua é um filme de ficção científica alemão de 1929 dirigido por Fritz Lang. Escrito por Thea von Harbou (sua esposa na época) em colaboração com Lang. O cientista visionário Professor Mannfeldt, escreveu um tratado alegando que provavelmente haveria muito ouro na Lua, pelo qual foi ridicularizado por seus colegas. Seu amigo Helius reconhece o valor do trabalho do professor. No entanto, um empresário inescrupuloso chamado Turner, também têm interesse na teoria do professor. Enquanto isso, o assistente de Helius, Windegger anuncia seu noivado com a assistente de Helius, Friede, por quem ele Helius, secretamente ama. Depois do encontro com o Professor Mannfeldt, Helius é assaltado por capangas da quadrilha. Eles roubam a pesquisa que o Professor Mannfeldt tinha confiado a Helius e também assaltam a casa de Helius, tomando outro material valioso. Turner, em seguida, apresenta a Helius um ultimato: sabem que ele planeja uma viagem a Lua; ou ele inclui ele, ou ele sabotará seu foguete. Explosões... Reviravoltas... Muita ação...
Várias curiosidades envolvem esta obra, uma delas é que se acreditava na época que a Lua possuia atmosfera respirável (de acordo com as teorias do astrônomo dinamarquês Peter Andreas Hansen, mencionado no início do filme). Também foi a primeira vez que se mostrou um foguete com estágios. Foi o último filme mudo dirigido por Fritz Lang e decididamente uma referência para os cineastas que viriam depois.

Escolha a opção abaixo:

ou
graphic-novel-metropolis

Metropolis - ato 1

Em 3 volumes com de mais de 300 páginas esta graphic novel é baseada em Metropolis, um clássico filme mudo. Metropolis é um filme de ficção científica alemão de 1927 dirigido por Fritz Lang. Escrito por Thea von Harbou (sua esposa na época) em colaboração com Lang.
Num futuro distópico (visto hoje em dia não tão distópico assim) Metropolis é uma cidade futurista controlada de torres de arranha-céus por ricos industriais e magnatas de negócios, enquanto os trabalhadores vivem e trabalham em subterrâneos operando as grandes máquinas que alimentam a cidade. Onde vivem Freder, o filho de Joh Fredersen rico do mestre da cidade e Maria, uma figura santa para os trabalhadores, no entanto Rotwang o inventor descobre Maria, e a usa para transpor sua imagem e mente a sua robô recem criada. No entanto a robô irá subverter ricos pela luxúria e desejo e mobilizar trabalhadores pela rebelião, além de tentar destruir Metropolis.

Escolha a opção abaixo:

ou
graphic-novel-metropolis

Metropolis - ato 2

Em 3 volumes com de mais de 300 páginas esta graphic novel é baseada em Metropolis, um clássico filme mudo. Metropolis é um filme de ficção científica alemão de 1927 dirigido por Fritz Lang. Escrito por Thea von Harbou (sua esposa na época) em colaboração com Lang.
Num futuro distópico (visto hoje em dia não tão distópico assim) Metropolis é uma cidade futurista controlada de torres de arranha-céus por ricos industriais e magnatas de negócios, enquanto os trabalhadores vivem e trabalham em subterrâneos operando as grandes máquinas que alimentam a cidade. Onde vivem Freder, o filho de Joh Fredersen rico do mestre da cidade e Maria, uma figura santa para os trabalhadores, no entanto Rotwang o inventor descobre Maria, e a usa para transpor sua imagem e mente a sua robô recem criada. No entanto a robô irá subverter ricos pela luxúria e desejo e mobilizar trabalhadores pela rebelião, além de tentar destruir Metropolis.

Escolha a opção abaixo:

ou
graphic-novel-metropolis

Metropolis - ato 3

Em 3 volumes com de mais de 300 páginas esta graphic novel é baseada em Metropolis, um clássico filme mudo. Metropolis é um filme de ficção científica alemão de 1927 dirigido por Fritz Lang. Escrito por Thea von Harbou (sua esposa na época) em colaboração com Lang.
Num futuro distópico (visto hoje em dia não tão distópico assim) Metropolis é uma cidade futurista controlada de torres de arranha-céus por ricos industriais e magnatas de negócios, enquanto os trabalhadores vivem e trabalham em subterrâneos operando as grandes máquinas que alimentam a cidade. Onde vivem Freder, o filho de Joh Fredersen rico do mestre da cidade e Maria, uma figura santa para os trabalhadores, no entanto Rotwang o inventor descobre Maria, e a usa para transpor sua imagem e mente a sua robô recem criada. No entanto a robô irá subverter ricos pela luxúria e desejo e mobilizar trabalhadores pela rebelião, além de tentar destruir Metropolis.

Escolha a opção abaixo:

ou
graphic-novel-nosferatu

Nosferatu - ato 1

Em 2 volumes com mais de 140 páginas esta graphic novel inaugura a produção de graphic novels baseadas em filmes clássicos mudos. Nosferatu - Eine Symphonie des Grauens (Nosferatu - Sinfonia dos horrores) é um filme alemão de 1922 em cinco atos, (na presente graphic novel em 2 atos), dirigido por Friedrich Wilhelm Murnau. O roteiro de Henrik Gallen é uma adaptação não autorizada do romance Drácula, de Bram Stoker, por isto os nomes de personagens e lugares foram alterados. O longa-metragem mudo narra a história de Conde Orlok, um vampiro dos Montes Cárpatos, que se apaixona perdidamente por Ellen, esposa do jovem corretor de imóveis Hutter, que vai até os Cárpatos oferecer uma propriedade ao conde. Conde Orlok, (Nosferatu), leva o terror a cidade de Wisborg, ao ir atrás de Ellen e faz que muitos pensem ser a peste.

Escolha a opção abaixo:

ou
graphic-novel-nosferatu

Nosferatu - ato 2

Em 2 volumes com mais de 140 páginas esta graphic novel inaugura a produção de graphic novels baseadas em filmes clássicos mudos. Nosferatu - Eine Symphonie des Grauens (Nosferatu - Sinfonia dos horrores) é um filme alemão de 1922 em cinco atos, (na presente graphic novel em 2 atos), dirigido por Friedrich Wilhelm Murnau. O roteiro de Henrik Gallen é uma adaptação não autorizada do romance Drácula, de Bram Stoker, por isto os nomes de personagens e lugares foram alterados. O longa-metragem mudo narra a história de Conde Orlok, um vampiro dos Montes Cárpatos, que se apaixona perdidamente por Ellen, esposa do jovem corretor de imóveis Hutter, que vai até os Cárpatos oferecer uma propriedade ao conde. Conde Orlok, (Nosferatu), leva o terror a cidade de Wisborg, ao ir atrás de Ellen e faz que muitos pensem ser a peste.

Escolha a opção abaixo:

ou
Conheça nossos produtos baixando o catálogo clicando ao lado catálogo trilingue geral da 36linhas


SUBIR PARA O TOPO